Congresso Medvep 2017

Congresso Medvep de Especialidades Veterinárias 2017

 

O primeiro e único tratamento aprovado pelos ministérios da Agricultura e da saúde para a Leishmaniose Visceral Canina foi apresentado na Pet Fair MedVep 2017, que acontece paralelamente ao Congresso Medevp de Especialidades Veterinárias.

Desenvolvido pela francesa Virbac, oitava companhia farmacêutica veterinária do mundo, o Milteforan tem como princípio ativo a miltefosina que constitui o primeiro agente de administração oral eficaz no controle da doença em formulação especifica para o uso veterinário.

O diretor-geral da Virbac no Brasil, Ary Rodrigues Júnior, ressalta que o medicamento deve ser encarado como uma ferramenta para auxiliar no programa de controle desta zoonose, e que medidas que impeçam o conto do vetor com o vão ainda devem ser priorizadas, principalmente em áreas edêmicas, evitando assim reinfecções.

“O controle desta doença é uma tarefa difícil, somente o médico veterinário pode dar indicações apropriadas para um correto tratamento, administração e monitoramento da enfermidade, se preocupando também com a qualidade de vida do animal por muitos anos”, explica. De acordo com ele, o remédio proporciona uma melhoria na qualidade de vida do cão, pois a Leishmaniose não tem cura.

Por isso, a importância de apresentar o medicamento num espaço onde circularam milhares de médicos veterinários e estudantes. Ary enfatiza que o remédio é controlado e comercializado apenas em farmácias especializadas, sob a prescrição médica obrigatória.

Para facilitar a administração e manutenção do tratamento, a Virbac desenvolveu exclusivamente o Virbac Club Pet, um aplicativo que atua como um canal de auxílio ao veterinário, para controle de todos os animais tratados, além de ser uma ferramenta de comunicação entre o veterinário e o tutor. “O veterinário é responsável por cadastrar o tutor e ambos recebem alertas e informações importantes sobre o acompanhamento e o tratamento. E ainda se programarem para retorno do animal à clínica”, observa.

Ary explica que por ser uma condição crônica, a doença precisa ser tratada durante toda a vida do cachorro diagnosticado. O tratamento – que pode evitar o sacrifício do animal – é feito em ciclos de 28 duas a cada quatro meses sempre após reavaliação e controle médico.

O diretor da empresa no Brasil destaca que a Virbac é considerada uma das mais importantes empresas do setor, desenvolvendo diversas tecnologias que possibilitam o lançamento de produtos diferenciados, mais eficientes e confiáveis, trazendo facilidade de uso para médicos veterinários e proprietários de animais.

Fundada na França em 1968, a Virbac ocupa hoje a 8ª posição no ranking mundial das companhias farmacêuticas veterinárias.  Possui um portfólio de produtos biológicos e farmacêuticos que previnem e combatem as principais patologias, com destaque para a linha de produtos dermatológicos, que é líder mundial de vendas.

A Virbac está presente em mais de 100 países com produtos e serviços que trazem qualidade, eficácia e facilidade de utilização a todos aqueles envolvidos no cuidado animal. “A maior preocupação da empresa é suprir as necessidades essenciais dos clientes, em todos os seguimentos terapêuticos e para todas as espécies, focando no desenvolvimento de novos produtos, para acompanhar a constante evolução da medicina veterinária”, finaliza o diretor Ary Rodrigues Junior.

 

Virbac apresenta medicamento para a tratar Leishmaniose Visceral Canina

Uma ideia sobre “Virbac apresenta medicamento para a tratar Leishmaniose Visceral Canina

  • 01/08/2017 em 1:02 am
    Permalink

    Senhores, gostaria de fazer o controle desta doença em meu Cão, qual a possibilidade de se
    conseguir tal medicamento contra a LEISHMANIOSE VISCERAL CANINA,,,, moro na Cidade
    de Foz do Iguaçu-Pr…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *